Rejeição: Consumo Indevido. Saiba como resolver

0
106

Uma justificativa adequada para receber a rejeição ‘Rejeição (656): Consumo indevido’ poderia ser “ Sefaz, estamos faturando muitas notas e cada vez mais rápido, me libera por favor ”.

Os relatos que possuímos são, principalmente, de clientes no Paraná e São Paulo com esta dificuldade. Alguns ficam uma hora parados, outros menos, entretanto são poucos os casos em que ficam mais de um dia parado por consumo indevido. Nós acreditamos que, conforme você recebe a rejeição e, a cada reincidência, o tempo de paralisação aumenta, e isso agrava ainda mais a situação.
Veja abaixo as relações das UFs conhecidas até o momento cujas regras de consumo indevido se aplica:

São Paulo

Tempo: 1 requisição a cada 12 minutos 
Tipo de Bloqueio: não informado
Ouvidoria: Link

Rio de Janeiro

Tempo: 1 requisição a cada 3 minutos 
Tipo de Bloqueio:  não informado
Ouvidoria: Link

Paraná

Tempo: 1 requisição a cada 3 minutos 
Tipo de Bloqueio: Por IP e por nota.
Ouvidoria: Link

Mato Grosso

Tempo: 1 requisição a cada 3 minutos 
Tipo de Bloqueio: não informado
Ouvidoria: Link 
Em nosso produto Manager eDoc, nós possuímos uma configuração que elimina o risco de cair nesta rejeição.

Com o Manager Edoc desativado, vá em Configurações->Manager .

Nessa seção pode-se definir se o Manager eDoc fará o controle do consumo dos Web Services automaticamente. Esse recurso serve  para que não sejam feitas muitas consultas aos Web Services, evitando assim, que este seja acusado pelo consumo indevido, impedindo o utilizador de fazer requisições durante um período de tempo.

 

 

Faça a configuração conforme as informações adquiridas pela ouvidoria da SEFAZ. No caso acima estamos selecionando para ‘ Ativar controle de consumo indevido ’ e o tempo será de 180 segundos para cada requisição, ou seja, uma consulta a cada 3 minutos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here