Obrigatoriedade de CTe para Passageiros, Valores e Excesso de Bagagem

2
210

O CT-e para Outros Serviços (CT-e OS) já pode ser emitido por empresas que prestam serviço de transporte em operações de fretamento de pessoas, transporte de valores e excesso de bagagem.

Atualmente, a adoção ao documento é facultativa, sendo possível ainda emitir a NFST. A partir de 1º de outubro de 2017 a emissão do CT-e OS será obrigatória para todos os contribuintes destes ramos. Seu software já está apto a emitir esse documento fiscal? Saiba mais sobre o CT-e OS:

 

O que é o CT-e OS?

Na Nota Técnica de Novembro de 2016, o Confaz divulgou a versão 3.0 do CT-e (Conhecimento de Transporte eletrônico) que, entre outras novidades, introduz o CT-e OS modelo 67 (Conhecimento de Transporte eletrônico para Outros Serviços) que visa substituir a NFST (Nota Fiscal de Serviço de Transporte).

NFST é um documento de papel, emitido em três situações, quando há:

  • Transporte fretado de pessoas , por agência de viagem ou por transportador, em veículo próprio ou afretado. Exemplo: uma empresa de turismo é contratada por uma empresa de outro ramo para realizar uma viagem com todos os funcionários. A empresa de turismo deve emitir a NFST, identificando a empresa de outro ramo como tomador do serviço.

  • Transporte de valores para englobar, em relação a cada tomador de serviço, as prestações realizadas, desde que dentro do período de apuração do imposto. Exemplo: uma empresa de carros-forte para transporte de valores é contratada por um banco para transportar cédulas e moedas. Esta empresa deve emitir a NFST, identificando o banco como tomador do serviço.

  • Transporte de excesso de bagagem por transportador de passageiro para englobar, no final do período de apuração do imposto, os documentos de excesso de bagagem emitidos durante o mês. Exemplo: uma empresa de transporte aéreo de passageiros cobra uma taxa adicional de um passageiro que deseja levar mais bagagem. A empresa deve emitir a NFST identificando o passageiro como tomador do serviço.

 

BP-e ou CT-e OS ?

Mais siglas? Sim, pois precisamos nos atentar a uma confusão muito comum. Como citado anteriormente, a NFST modelo 07 acoberta transporte fretado de pessoas , e será substituída logo no início do projeto CT-e OS neste tipo de operação.

Ao falar em transporte de pessoas, é comum confundir com transporte de passageiros realizados por companhias de ônibus  para transportes intermunicipais e interestaduais no qual os passageiros são sempre pessoas físicas e contratam o serviço apenas para uso próprio, isto é, há diversos tomadores de serviço em um mesmo veículo, geralmente partindo de terminais rodoviários. Para esse tipo de operação, o documento que o acoberta é o BP (Bilhete de Passagem Rodoviário), que ainda é documento de papel.

Atenção: este documento não será substituído pelo CT-e OS.

Para substituir o Bilhete de Passagem, existe uma proposta de um novo documento fiscal eletrônico, o  BP-e modelo 63 (Bilhete de Passagem eletrônico).

Fonte: Blog Tecnospeed

2 COMENTÁRIOS

    • Olha Marcelo, está tudo muito recente ainda, a SEFAZ colocará em produção dia 01-10-2017, mas até dia 25 ja estará em produção nosso sistema, ai entro em contato contigo. Deixamos para finalizar dia 25 para ter certeza do funcionamento correto. Obrigado pelo contato!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here